Renda Extra Empréstimo pessoal tem alta de 1,52% em março, mostra Procon

Empréstimo pessoal tem alta de 1,52% em março, mostra Procon

A taxa média de juros cobrada pelos bancos pesquisados foi de 6,70% ao mês, um acréscimo de 0,10 ponto percentual 

  • Renda Extra | Do R7

No cheque especial, a taxa média permaneceu em 7,96% ao mês

No cheque especial, a taxa média permaneceu em 7,96% ao mês

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O empréstimo pessoal teve alta de 1,52% em março deste ano, de acordo com levantamento realizado pelo Procon-SP, que constatou também que não houve alteração no cheque especial.

A taxa média do empréstimo pessoal dos bancos pesquisados foi de 6,70% ao mês, acréscimo de 0,10 ponto percentual em relação à taxa média do mês anterior, que foi de 6,60%, uma variação positiva de 1,52%.

As alterações foram constatadas no Banco do Brasil, que elevou sua taxa de 5,97% ao mês para 5,99%, acréscimo de 0,02 ponto percentual, que representa uma variação positiva de 0,34%, e no Banco Itaú, que alterou a taxa de 7,50% para 8,10%, acréscimo de 0,60 ponto percentual e uma variação positiva de 8%.

No cheque especial, a taxa média permaneceu em 7,96% ao mês. Desde fevereiro do ano passado essa taxa continua igual.

O levantamento, realizado mensalmente pelo núcleo de pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor, foi feito no dia 3 de março nas instituições Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander.

Na avaliação do Procon-SP, a instabilidade gerada pela pandemia e pela deflagração do conflito entre a Rússia e a Ucrânia se refletiu no mercado financeiro, tanto no interno como no externo. Por isso o órgão afirma que é prudente que o consumidor, principalmente neste momento, evite contratar empréstimos, salvo para saldar dívidas com juros maiores.

Últimas