Renda Extra

Reserva de emergência: como se preparar para imprevistos

O investimento é um recurso guardado para ser usado em gastos que ocorrem fora do planejado. Saiba mais!


Construir uma reserva de emergência é fundamental para o processo de busca por equilíbrio financeiro

 O fundo, como o próprio nome diz, é um recurso guardado para momentos em que acontece algo fora do planejado

Em 2017, de acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais), mais da metade dos brasileiros não tinha um fundo de emergência

No entanto, segundo o levantamento, quem tem reservas geralmente consegue superar fases negativas com mais tranquilidade 

"Essa reserva tem que estar disponível em uma aplicação de baixo risco e com liquidez para ser resgatada em, no máximo, um dia útil", diz Rejane Tamoto, planejadora financeira

Rejane afirma que o fácil acesso ao dinheiro e o baixo risco do investimento são mais importantes do que a rentabilidade que esse recurso é capaz de gerar

O educador financeiro Ivan Sanches sugere um investimento conservador em renda fixa, "geralmente CDB com resgate diário ou Tesouro Selic"

A reserva de emergência deve ser o equivalente a seis meses de despesas da pessoa ou da família, mas pode ser maior, dependendo das características de cada um. Descubra se é possível iniciar uma reserva financeira mesmo com dívidas